Ser Congruente para ter Energia

É quase uma constante da vida: raramente nos sentimos satisfeitos com o nosso estado actual e estamos em permanente demanda em busca de um certo (ou incerto) estado desejado.

O que acontece quando não nos sentimos bem e queremos mudar algo na nossa vida? O que procuram as pessoas numa sessão de Coaching?

Normalmente, as pessoas querem uma destas coisas:

  • Deixar de fazer uma coisa que têm feito.
  • Deixar de sentir algo.
  • Fazer uma coisa que não têm feito.
  • Obter um resultado que não têm alcançado.
  • Passar a sentir algo que antes não sentiam.

A situação mais normal, quando as pessoas sentem ter Problemas é:

Estarem associadas (imersas) nos seus PROBLEMAS e dissociadas (separadas) dos seus Recursos.

O objectivo primário de um processo de Mudança será, então, ajudar as pessoas a:

Estarem associadas (vivendo) os seus RECURSOS e dissociadas (observadoras) dos seus Problemas.

Aproveito para recordar uma boa definição de Problema:

Um Problema é algo que nos afasta do nosso estado desejado, sem que tenhamos a percepção de dispor de recursos para lá chegar.

Para desencadear qualquer acção precisamos de Energia. A energia é necessária para a mudança. Usamos energia em todos os momentos da nossa vida. A energia não se perde, simplesmente se transforma e a vida é um processo constante de trânsito de energia.

Um conceito muito importante na PNL é o de Congruência. Ser congruente significa ser inteiro, completo, concordante dentro de si.

Uma INCONGRUÊNCIA é um obstáculo ao fluxo de energia interior.

Quando as pessoas se sentem mal e não obtêm os resultados que desejam, elas não são Erradas nem estão Avariadas. O que se passa é que:

  • Criam modelos do mundo mais ou menos (in)flexíveis e (des)actualizados.
  • Usam enquadramentos de significado mais ou menos positivos.
  • Motivam-se por crenças mais ou menos limitadoras ou ilimitadas.
  • Orientam-se por valores mais ou menos conscientes e congruentes.
  • Dispõem de estratégias mais ou menos (dis)funcionais.
  • Usam o passado de uma forma mais ou menos (im)prudente.
  • Criam o seu futuro de uma forma mais ou menos atraente.
  • Comunicam de maneira mais ou menos clara, certeira e eficaz.

Na prática, podíamos resumir dizendo que as pessoas não estão erradas ou avariadas mas podem sofrer de Incongruências diversas.

As Incongruências são:

  • Obstáculos à Activação de Recursos
  • Contradições Internas
  • Dissipadores de Energia


As Incongruências mais comuns podem tomar diversas formas:

  1. Estratégias e padrões deficientes.
  2. Conflitos interiores.
  3. Crenças limitadoras.
  4. Desalinhamento interno.
  5. Emoções aprisionadas no passado.


Em Coaching com PNL, procuramos ajudar os clientes a fazerem todo um processo pessoal, sob controlo próprio, de libertação e resolução das suas incongruências. Vejamos estas formas com mais detalhe:

1.

Atitudes e comportamentos repetidos sem sucesso: Quando há Estratégias deficientes, é importante identificar as estratégias deficientes e criar e instalar novos padrões comportamentais gratificantes, eficazes e em acordo com a Identidade profunda e actualizada da pessoa.

2.

 Divisões internas: Muitas vezes perdemos energia porque nos sentimos divididos entre uma parte que quer uma coisa (por exemplo evoluir na carreira profissional) e outra que quer algo que sentimos como sendo contraditório (ex: dispor de mais tempo e tranquilidade para estar com a família). Nestas condições, para onde vai a energia da pessoa? Provavelmente dissipa-se nesta contradição.
Caso semelhante sucede quando alguém tem um comportamento que repete constantemente e se arrepende do que faz. Podemos dizer que tudo se passa como se uma parte desencadeasse o comportamento e outra parte fizesse a autocrítica.
A PNL dispõe de diversos procedimentos para ajudar as pessoas a resolver este tipo de contradição interna.

3.

Crenças limitadoras: Esta é a fonte mais frequente e talvez mais poderosa de dificuldades em desenvolver o seu potencial.
Uma das mudanças mais importantes para nos sentirmos bem, obtendo os resultados que desejamos e sendo a pessoa que queremos ser é a transformação de crenças limitadoras em ilimitadas ou capacitadoras.

O que são Crenças?

  • São o alicerce do nosso Modelo do Mundo.
  • Definem a nossa Identidade, com limites e contornos.
  • Dão suporte aos nossos Valores.
  • Originadas no Passado, criam o nosso Futuro.

A má notícia é que as crenças aprendidas há muito tempo costumam ser muito estáveis. A boa notícia é que uma crença, bem no fundo, não passa de uma ilusão persistente, baseada numa certa configuração de neurónios e é efectivamente possível actualizar o que acreditamos acerca de nós, acerca dos outros e acerca do mundo para podermos viver a vida que queremos

4.

Desalinhamento interno: O que é estar alinhado interiormente? Basicamente significa que aquilo que fazemos tem impacto positivo no mundo exterior e manifesta as nossas capacidades e recursos. Significa que o que valorizamos e acreditamos é manifestado na nossa vida e que nos sentimos bem com nós mesmos e conectados a algo maior que nós.
Ao invés, estaremos desalinhados se, por exemplo, houver uma contradição entre o que acreditamos e o que praticamos ou sentirmos que os nossos valores não são respeitados.

5.

Emoções aprisionadas no passado: Seria bom dispor sempre de uma memória rica, com aprendizagens úteis e emoções gratificantes. Mas muitos de nós sentem que há emoções dolorosas aprisionadas que sistematicamente emergem, não deixam viver bem o agora e não permitem criar o futuro atraente que iluminaria a nossa vida.
Richard Bandler, um dos iniciadores da PNL, dizia que “Nunca é tarde para ter uma Infância feliz”.
O que isto significa é que o passado se baseia numa certa codificação de imagens e sensações e que é possível manter uma memória de aprendizagens e deixar partir a dor que lhes estava ligada.

Para desenvolver estes e tantos outros temas, sugiro um processo de Coaching ou uma formação de PNL.
Contacte comigo para saber como.

Deixeo seu comentário